sábado, 26 de julho de 2014

DUELO

Nada pode me fazer voltar, nada pode me conter, nada pode fazer
com que eu retorne ao inicio de tudo, o que passou passou é passado, o presente é certeiro futuro, não darei chance a vocês, ao passar arrancarei de uma vez tudo que um dia foi importante e agora não vale mais nada, só terei uma passagem para algum lugar que ainda não domino. E em cada Vazio que eu deixar haverá algo maior do que resta de mim  que eu não venci. A inesquecível e rebelde saudade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário