sexta-feira, 27 de agosto de 2010

guerra sem paz

O homem é a luz do seu proprio eu
rebeldia sem cor, forte carência espiritual
armas interior.
O homem reprime sua vontade de  fazer amor

fugindo da paz , homem insolente
homem carente, frágil, digno de morrer e mata.


Nenhum comentário:

Postar um comentário